Domingo/ 14/ Agosto, 2022 - 21:56

Professoras: a afetuosa arte de iluminar caminhos.

Professoras: a afetuosa arte de iluminar caminhos.

Texto: Dra. Tainá Silveira Cruvinel
Juíza da 1ª Vara na comarca de Monte Carmelo – MG

Quando os primeiros raios da aurora do amadurecimento tocaram minha face, senti afetuosa saudade das professoras da infância. Como diz o poema, somos feitos de pedacinhos coloridos de cada vida que cruza nossos caminhos e vocês, professoras, têm papel muito especial nessa construção.

Fotos: Veridiana Stein – Em pé: Maria do Rosário, Maria Abadia, Horacilda, Ivani, Eliana, Albinha, Nilmara, Nilma, Sandra e Silvana. Sentadas: Sislene, Tainá, Josefa, Netinha e Vanilda.

As professoras e professores dedicam a vida a iluminar os caminhos dos alunos, em comunhão de esforços com a família. Embora muitas vezes a grandeza e profundidade de seu mister não seja enxergada por todos, é importante que professoras e professores estejam sempre conscientes de que exercem relevantíssimo papel formador e transformador na sociedade. Professoras e professores conscientes da nobreza de sua função lecionam de corpo e alma, transformando os alunos em pessoas mais úteis para si mesmas e para a sociedade. Dizem ao sair de casa, de forma muito espontânea: “vou dar aula”, transmitindo a mensagem de que, além de trabalhar, vão doar parte de si para os alunos.

Se essa missão puder ser exercida em parceria com a família, os resultados serão ainda mais felizes. A união entre pais e mestres é das parcerias mais frutíferas que se tem conhecimento. Pais e professores podem ser, para filhos e alunos, figuras referenciais e exemplares que mostram o caminho do aprimoramento constante. “Os mestres referenciais despertam em nós virtualidades latentes. Ajudam-nos a evitar enganos e erros. Sustentam a esperança de que sempre vale a pena seguir lutando. Impedem que o desânimo tome conta de nossa vida. Alimentam permanentemente com o óleo da confiança, da solidariedade, do perdão e do enternecimento a lamparina sagrada que arde em nós. Assim sempre haverá luz em nosso caminho”. (BOFF, Leonardo. A águia e a galinha. Petrópolis, RJ: 2007, p. 96).

Pais e mães que ensinam os filhos a valorizar e respeitar as professoras e o ambiente escolar contribuem de forma relevante para que sejam pessoas felizes, bem sucedidas e úteis para sociedade em que vivem. “Bons alunos aprendem a matemática numérica. Alunos fascinantes vão além, aprendem a matemática da emoção, que não tem conta exata e que rompe a regra da lógica. Nessa matemática, você só aprende a multiplicar quando aprende a dividir, só consegue ganhar quando aprende a perder, só consegue receber, quando aprende a doar”. (Augusto Cury). Assim, como diz a professora Maria do Rosário Caetano, que delícia é a Matemática.

Como nos ensina a Professora Mestre Silvana Goulart Peres, “escola, um lugar de encontro. Encontro marcado por interações humanas nas quais a figura do Professor é de mediar o aprender, as amizades, as regras sociais, a diversidade, a ecologia, os valores humanos (às vezes tão esquecidos). Professor, a peça chave da escola, que merece todo respeito e admiração”.

Às minhas professoras e professores, deixo registrada sincera gratidão pelo trabalho honesto e dedicado. No mês de outubro deste ano de 2019, tive a grata felicidade de encontrar algumas das professoras que mais marcaram minha formação. Pude dizer que as carrego comigo, no coração e na mente, e contar que tiveram grande importância para minha formação moral e intelectual. Recebi, em retribuição, abraços afetuosos, que me fizeram viajar no tempo e experimentar, novamente, a doce sensação da criança acolhida pela grandeza do coração de uma professora.

“SOU FEITA DE RETALHOS. PEDACINHOS COLORIDOS DE CADA VIDA QUE PASSA PELA MINHA E QUE VOU COSTURANDO NA ALMA. NEM SEMPRE BONITOS, NEM SEMPRE FELIZES, MAS ME ACRESCENTAM E ME FAZEM SER QUEM EU SOU. EM CADA ENCONTRO, EM CADA CONTATO, VOU FICANDO MAIOR… EM CADA RETALHO, UMA VIDA, UMA LIÇÃO, UM CARINHO, UMA SAUDADE… QUE ME TORNAM MAIS PESSOA, MAIS HUMANA, MAIS COMPLETA. E PENSO QUE É ASSIM MESMO QUE A VIDA SE FAZ: DE PEDAÇOS DE OUTRAS GENTES QUE VÃO SE TORNANDO PARTE DA GENTE TAMBÉM. E A MELHOR PARTE É QUE NUNCA ESTAREMOS PRONTOS, FINALIZADOS… HAVERÁ SEMPRE UM RETALHO NOVO PARA ADICIONAR À ALMA. PORTANTO, OBRIGADA A CADA UM DE VOCÊS QUE FAZEM PARTE DA MINHA VIDA E QUE ME PERMITEM ENGRANDECER MINHA HISTÓRIA COM OS RETALHOS DEIXADOS EM MIM. QUE EU TAMBÉM POSSA DEIXAR PEDACINHOS DE MIM PELOS CAMINHOS E QUE ELES POSSAM SER PARTE DAS SUAS HISTÓRIAS. E QUE ASSIM, DE RETALHO EM RETALHO, POSSAMOS NOS TORNAR, UM DIA, UM IMENSO BORDADO DE ‘NÓS’.” (CRIS PIZZIMENT/CORA CORALINA).

Gostaria de compartilhar essa sensação, para que os leitores saibam o quanto é gratificante ter professoras dedicadas, vocacionadas, eficientes, afetuosas, firmes e unidas com a família. Deixo aqui registradas algumas lições valorosas dessas queridas professoras e alguns agradecimentos de alunos que também carregam as professoras na memória afetiva:

“Na arte de educar é necessariamente primordial o vínculo entre Família e Escola, no processo de formação integral do aluno. Família e Escola, quando caminham de mãos dadas, tendem a alcançar os objetivos essenciais de uma educação de qualidade. Precisamos cada vez mais de famílias que cumpram o seu papel no sentido de manter boa relação com a escola, dialogar, participar e compartilhar experiências e responsabilidades na conquista de objetivos comuns: cidadãos éticos, capazes de vencer os desafios que a sociedade exige.” (Professora Ivani Moura).

“Aos pais, os nossos agradecimentos, por confiar em nós, professores, a dar continuidade na educação de seus filhos. Nunca desistam deles, pois são eles os nossos maiores tesouros. Sejam pais amigos, companheiros, participativos e, sobretudo, incentivadores de seus sonhos. Ser pai e ser mãe é dar amor, carinho e repreensão, quando necessário; é colocar limites de uma forma amiga e prazerosa. Nunca esqueçam de trabalhar com seus filhos o respeito aos professores, pois são eles os grandes contribuidores na formação de seus filhos. De mãos dadas, família e escola, teremos uma sociedade de pessoas ajustadas, felizes e bem sucedidas na vida.” (Professora Horacilda Vilela da Cunha Mundim).

“É essencial que Escola e Pais caminhem juntos. Aos professores, fica um convite para que não desanimem diante dos desafios e não descuidem de sua maravilhosa missão de educar. Aos pais, digo que sejam sábios na condução da educação de seus filhos, pois criar uma criança ou adolescente não é tarefa difícil, basta fazer suas vontades. Educar, sim, é o grande desafio. É na formação de seus filhos, direcionando-os para o respeito aos professores que se revelam suas virtudes. Pais e professores, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com o futuro. As escolhas que praticamos são nossas atitudes. E elas podem ser vencedoras contribuindo com o crescimento e autorrealização.” (Professora Eliana Rocha).

“Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo” (Paulo Freire). Ao longo da vida tive professores diferentes, uns que gostei muito e outros mais ainda. Todos deixaram sua marca e todos ficaram presentes e contribuíram para minha formação como pessoa e profissional. A todos os professores que passaram por minha fase escolar, vai um especial agradecimento pela dedicação, pelo empenho e pelo carinho. Sou grata e homenageio a todos os professores que me ensinaram conteúdos didáticos e também caminhos da paz, da esperança, da coragem e do amor. Cumprimento a todos(as) na pessoa da minha mãe, Ilda Peres, que tive a honra de tê-la também como educadora. Minha eterna gratidão a todos que contribuíram com minha formação! (Patrícia Peres de Alcântara Izaac, gestora no TJMG).

“Minha sincera homenagem à D. Maria Glaides e à Ir. Justina (in memoriam), por sua extraordinária capacidade de ternura e por simbolizarem, a um só tempo, para mim, toda a excelência profissional e tudo de melhor que pode haver no ser humano. Deixo igualmente registrado meu profundo reconhecimento a todos que foram meus professores e professoras, os quais continuam sempre presentes na memória do coração. Muito obrigada a todos!” (Edivone Caixeta Worken, servidora do TJMG).

Maria Lúcia, minha querida Malu, como tenho carinho especial por você. Quando entrou na sala de aula pela primeira vez, mal eu sabia que aprenderia muito além da álgebra. Você declinou a mim a inteligência da Matemática, o abraço de amiga e o carinho de mãe. Reza a Lenda que Deus nos manda anjos ao longo da vida, e, sem sombra de dúvidas, você foi um no meu caminho. (Bárbara Alberton Almeida, estagiária do TJMG).

“Filha professora, acompanhei de perto a doce, nobre e árdua missão de educar. Luciene, professora há mais de 25 anos, sempre foi exemplo como profissional, encantando suas crianças e demonstrando o lado instigante da matemática! Muito além de ensinar, a somar algarismos, ela somou muito na vida de seus alunos, inclusive na minha. Sinto um orgulho enorme quando ouço seus ex-alunos mencionarem com um sorriso no rosto a importância da “tia Luciene” em suas formações profissionais! Por isso, deixo aqui expressa minha gratidão a ela, a qual estendo a todas as minhas queridas professoras, que tanto contribuíram na forma do meu caráter. Educar também é uma forma de amor!” (Maria Paula Mundim, estagiária de pós-graduação do TJMG).

2 COMENTÁRIOS

  1. É gratificante para nós professores, ver seus alunos se destacando em suas profissões e tendo gratidão aos profissionais da educação que contribuíram para sua formação. Deixo aqui meus aplausos, em especial a Tainá, pelo belo exemplo de reconhecimento e profissionalismo. Que Deus te abençoe sempre!

  2. Querida Horacilda, eu queria demais ter sido sua aluna, no ” 4° ano A” do “Grupo da D. Albinha”. Não deu. Cada um com sua história de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Confira mais artigos.