Domingo/ 14/ Agosto, 2022 - 21:09

Williams Cordeiro. A história de sucesso do empreendedor Williams Cordeiro e do grupo Ki-Jóia, que completa 45 anos. Amor por Monte Carmelo e exemplo para o Brasil.

Williams Cordeiro. A história de sucesso do empreendedor Williams Cordeiro e do grupo Ki-Jóia, que completa 45 anos. Amor por Monte Carmelo e exemplo para o Brasil.

Aos 62 anos de idade, Williams Cordeiro agradece a Deus as bênçãos recebidas e diz que “ter sucesso é olhar para trás e ver que você cresceu, que realizou, que está administrando com honradez, sempre, sem jamais ter prejudicado alguém na vida”. Como um empreendedor que aprendeu a identificar talentos e a colocá-los nos lugares certos,  ele dá os seguintes conselhos aos jovens: humildade, amor ao que faz, comprometimento e transparência.

Foto: Veridiana Stein / Williams Cordeiro

Assim, Williams Cordeiro, filho dos carmelitanos, a cabeleireira  Elair Flores Cordeiro e o telegrafista dos correios, Sr. Vicente Cordeiro Souza, através do seu empreendimento de sucesso, o grupo Ki-jóia, revela seu amor por essa cidade, onde viveu uma infância feliz, brincando pelas ruas simples e pacatas, onde estudou no grupo escolar Melo Viana e no extinto colégio JK, onde começou a trabalhar aos 12 anos de idade como Office boy na Cerealista Saturno, propriedade de seu tio Jeová Flores, que  sempre foi sua inspiração, modelo e referência.

Por tudo isso, por ser assim, autenticamente carmelitano e por ter sido criado de forma simples, valorizando também coisas simples das cidades  do interior, Williams Cordeiro, o rapaz que um dia pensou que tivesse vocação para Engenharia Civil, se sente feliz e realizado em  seus empreendimentos,  em conversar com amigos e clientes, encontrar pessoas que fizeram parte de sua história, em ver o crescimento de seus funcionários e ex-funcionários, em visitar constantemente o setor de hortifrúti do supermercado e apreciar as prateleiras de frutas e verduras bonitas … , pois, como ele mesmo diz “o maior pagamento não é o dinheiro, mas o fato de ser prestador de serviço, de ser útil na vida das pessoas. É gratificante e realizador!”

“Hoje geramos mais  de 550 empregos diretos em Monte Carmelo”

Grupo Ki-Jóia 45 anos Gerando mais de 550 empregos diretos em Monte Carmelo.

“Tudo que é bom é JOIA!” foi a partir dessa ideia, provavelmente uma gíria muito falada pelos jovens dos anos 70, que o jovem Williams Cordeiro, com apenas 16 anos foi emancipado e em 1974, abre as portas do KI-JÓIA,  seu primeiro estabelecimento comercial, situado na av. João Pinheiro, nº 347, esquina com a rua Dona Sindá, em Monte Carmelo, MG.

A princípio, um espaço de 36m², com estruturas improvisadas, prateleiras de madeira (de acordo com o mínimo que se exigia na época), com um mix de aproximadamente 200 itens e muita banana, pois, conforme nos relatou Williams, era um produto com bastante saída e preferido por muitos clientes. A mercearia possuía apenas 01 funcionário e o grande desafio era conquistar clientes e conseguir espaço no mercado.

Em pouco tempo, o empreendimento foi crescendo e Williams teve, inclusive , que desalojar alguns espaços   da casa de seus pais, ao lado da mercearia, para ampliações. Entretanto, em 1980, houve a necessidade de  um novo e maior espaço. O iminente desafio era a aquisição de um terreno apropriado, construir com poucos recursos financeiros e o medo ou prudência normal de estar-se dando um passo além da capacidade.

Surgiu a oportunidade de adquirir um terreno no Centro de Monte Carmelo, na Av. João Pinheiro, nº 244 onde ainda, atualmente, localiza-se o SUPERMERCADO KI-JÓIA.

A nova sede, com 600 m² foi  inaugurada em 1980  e construída com estrutura moderna para os padrões da época, com sistema de gôndolas apropriadas para produtos, freezeres, passando, então, de mercearia para estrutura de supermercado e contava com 30 funcionários.

Foto: Veridiana Stein / Williams Cordeiro

O empreendedor Williams revelou que foi uma época em que  chegou a trabalhar arduamente 16 horas por dia (ou mais), de segunda a segunda,  levantando-se às 4h da manhã, em alguns dias da semana, para fazer compras no Ceasa de Uberlândia, além de outros produtos naquela cidade. Ele sempre gostou de acompanhar tudo de perto para oferecer o melhor para os clientes.

Tendo como lema que é preciso estar em constante evolução e acompanhando as transformações e inovações tecnológicas, Williams percebeu  a necessidade de informatizar o supermercado, saindo 100% do manual, onde todo o controle era feito utilizando-se caneta e papel, para a era digital. Contou então com pessoas especializadas em desenvolver programas e sistemas de informática, o que foi imprescindível para o crescimento do negócio.

Nos últimos anos, sentiu-se a necessidade de expansão  do Supermercado Ki-Jóia, pois a cidade de Monte Carmelo havia crescido, e para facilitar o acesso dos clientes de outros bairros, inauguraram o Super Seu Supermercado, na Av.Quinze de Novembro, 325, no Bairro Boa Vista. Williams revelou que o nome “Super Seu” foi sugerido por sua filha, Cinara, e aprovado por todos.

Depois, analisando-se o contingente populacional do bairro Vila Nova e bairros adjacentes, perceberam a necessidade de expansão e abertura  da terceira loja, para melhor atendimento aos clientes desses bairros: o Super Seu Vila Nova, situado na rua Virgilio Rosa, 734, no Bairro Nossa Senhora de Fátima.    

Essa expansão e crescimento dos negócios levou à necessidade de  maior controle em todos os setores, melhor gestão financeira e gestão de pessoas, descentralizando a administração, para buscar o melhor atendimento aos clientes de Monte Carmelo e da região.

São 45 anos de trajetória, no mercado competitivo do mundo moderno.  “A concorrência é benéfica, respeitamos tanto o grande que já está estabelecido, como o pequeno que está iniciando. Em ambos temos motivação para inovar,” disse Williams.

O grupo Ki-Jóia ampliou-se, cresceu e, hoje, Williams conta com a participação de seus filhos, Erick, Cinara e Fernando para atuar em outras áreas: Agronegócio e produção de telhas.

Williams ainda nos disse que trabalhar com os filhos é sempre desafiador, é necessário abrir espaço para o crescimento deles, mesmo que o seu próprio espaço diminua. Mas é gratificante observar que são capazes de dar continuidade e gerir os negócios do grupo , sem intervenção do pai. É uma grande troca de experiências e conhecimentos.

Varejo, Agronegócio, Laticínio e Produção de telhas.

Agronegócio, investiram na produção de leite e a fabricação de laticínios DAKI, como queijo minas padrão, muçarela, ricota, queijos especiais para aperitivos, manteiga de leite. produtos comercializados nos supermercados KI-Jóia e Super Seu.

Na cafeicultura, o Grupo Ki-Jóia investe na produção de cafés especiais. Uma de suas fazendas foi premiada na segunda edição do programa PIN, Produtividade Integrada, explorando novas tecnologias na lavoura,  atingiram a produção de 135 sacas de café por hectare, um recorde para os padrões convencionais.

Fabricação de Telhas, o Grupo atua no setor de produção de telhas com alto padrão de qualidade em três Linhas: Artplan:  Telha de cerâmica vermelha. Cimenart – Telha de cimento e Topgres Telha Esmaltada. Todos os produtos são certicados pelo IMETRO.  Estão, agora,  ampliando a linha com a produção da Telha de cimento esmaltada.  Atendem o mercado da construção civil em Minas Gerais, Goiás e Bahia.

Grupo Ki-Jóia gera mais de 550 empregos diretos em Monte Carmelo

O Grupo Ki-Jóia hoje está entre os contribuintes com maior valor de impostos arrecadados para Monte Carmelo. Possui mais de 550 funcionários diretos e mais de  200 terceirizados. Para o diretor Williams, o fato de estar gerando emprego  para centenas de famílias é imensamente satisfatório e gratificante, pois nesses 45 anos de trajetória, sempre procuram conquistar espaço no mercado, com honestidade, bom atendimento, respeito e transparência. E também agradece aos colaboradores e clientes de Monte Carmelo e de toda a região pela credibilidade e confiança no trabalho do Grupo Ki-Jóia.

Foto: Veridiana Stein / Maria Aparecida Martins, a “Cida”

Maria Aparecida Martins, a “Cida”, iniciou seu primeiro emprego no estabelecimento Ki-Jóia há, 31 anos.  Ela nos lembra que vivenciou todas as fases de crescimento do grupo ki-jóia e trabalhou em várias funções e setores, começou como balconista, depois caixa, crediário, financeiro, estoquista, e por fim, gerente de frente de caixa, esta última foi a de que mais gostou, devido ao contato direto com pessoas, clientes, funcionários. Aposentou-se no final de 2018.

“Considero o ki-jóia minha segunda casa. Sempre gostei muito de trabalhar aqui, foi um grande aprendizado e uma convivência muito feliz. Só tenho a agradecer pelo carinho, por tudo!” Maria Aparecida Martins “Cida”

Foto: Veridiana Stein / Valda Corintiana

Ela gosta de ser chamada de Valda Corintiana ou Valda dos Geladinhos. Cliente do Super Seu Vila Nova desde a inauguração, ela nos relata, de forma carinhosa: “Aqui é o lugar onde os clientes se sentem felizes, você sempre volta porque é bem atendido. Tem tudo, todos os produtos que precisamos, tem uma padaria com coisas deliciosas, muita qualidade mesmo. O Super Seu podia chamar ‘Super Nosso’. É nosso!”

Foto: Veridiana Stein / Sr. Marcilio

O sempre alegre Sr. Marcilio mora ao lado do Super Seu Boa Vista e nos conta que é cliente do supermercado Ki -Jóia desde que abriu suas portas em Monte Carmelo: “Aqui tem tudo que o cliente  precisa, excelente atendimento, produtos da melhor qualidade, ótimo relacionamento entre funcionários e clientes. Só tenho elogios a dizer, só alegria, a ki-jóia é joia!”

O que vem por aí!

Amplo e Moderno Super Seu bairro Boa Vista

Atacarejo Super Seu bairro Vila Nova

O Grupo Ki-Jóia segue investindo em Monte Carmelo, Williams  anuncia que virão muitas novidades, como:

A reinauguração do  Super Seu Boa Vista, em breve, com maiores e modernas  instalações;

O Super Seu Vila Nova, com a inauguração  de um “atacarejo”, com adequação para vendas no varejo ou no atacado, com preços acessíveis para os consumidores e também os comerciantes da cidade e região. Seu funcionamento está previsto para o próximo mês de julho.

A modernização do Supermercado Ki-Jóia (centro) em 2020.

“Queremos sempre atender cada vez melhor os nossos clientes. Acreditamos em Monte Carmelo e seguimos investindo na cidade, hoje geramos mais de 550 empregos e renda para nossa região.” Finalizou Williams.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Confira mais artigos.